top of page
  • Foto do escritorVisite Campinas

Brasil e Alemanha assinam acordo para laboratório de R$ 1 bilhão que ajudará em futuras pandemias

Batizado de Orion, laboratório de biossegurança máxima (NB4) será 'único no mundo', uma vez que será integrado ao Sirius, acelerador de partículas no CNPEM, em Campinas (SP).

Brasil e Alemanha assinaram nesta segunda-feira (4), em Berlim, um acordo de cooperação para implantação do Orion, laboratório de biossegurança máxima (NB4) de R$ 1 bilhão que será construído no Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), em Campinas (SP).


A estrutura que permitirá o enfrentamento de futuras pandemias, com estudos de patógenos capazes de causar doenças graves, e terá uma característica única no mundo: é a primeira vez que um NB4 estará conectado a uma fonte de luz síncrotron, o Sirius.

Clique aqui e conheça todos os detalhes do projeto.

5 visualizações0 comentário
bottom of page